segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Mãe Pequena , Pai Pequeno eo Terreiro




A Mãe ou Pai Pequeno é a segunda voz dentro do Terreiro. Suas forças deverão ser firmadas e assentadas no Terreiro, assim como sua Esquerda, portanto é algo MUITO SÉRIO e que deve ser realizado com muita consciência tanto do Dirigente quanto do médium que está se preparando para o cargo.Mãe-Pequena ou Pai-Pequeno é o médium escolhido pelo Guia Chefe e automaticamente pelo Dirigente do Terreiro para substituí-lo quando necessário.Para a Mãe ou Pai de Santo é uma pessoa de suma confiança que irá substituí-lo e dar continuidade ao seu Trabalho em qualquer momento. Portanto, a Mãe ou Pai Pequeno é responsável pela continuidade do Terreiro, sempre dentro dos mesmos moldes praticados pela sua Mãe ou Pai Espiritual.Para tanto já deve ter feito todas as obrigações e estar preparado para assumir o Terreiro a qualquer momento.Os ensinamentos, com todos os “segredos da Umbanda” e as preparações deverão ser passadas à Mãe ou Pai Pequeno pelo Chefe do Terreiro. A Coroação, em si, é feita somente pelo Guia Chefe do Terreiro.A Coroação é o ritual que dará ao médium o título e a condição de sacerdote da religião umbandista e é o compromisso espiritual deste médium com a Umbanda, a partir do qual ele não deverá mais abandoná-la enquanto suas próprias entidades considerarem que ele tem condições de participar ativamente. Consiste numa imantação individual e completa que formará uma ligação contínua e potente entre o médium e os Orixás, principalmente os Orixás de coroa e o Guia Chefe do médium.ObrigaçõesO médium deverá já ter sido batizado ou convertido dentro da Umbanda. Deverá ter feito suas obrigações e ter sido Iniciado na Umbanda. Importante também é ter consciência do grande passo que está dando e ser responsável por cada ato que praticar.
1) Oferenda consagratória a todos os Orixás, com Amacis e preceitos específicos, realizadas nos Pontos de forças com a oferenda ao Guardião de cada Orixá; amacis consagratórios preparados com antecedência e de acordo com cada Força; cumprir preceitos, banhos e defumações específicos (descarrego, energético, equilibrador, proteção, específico referente à Força, imantador e fixador). Nas oferendas dos Orixás de Coroa do médium deverá consagrar elementos como Otá, toalha e ferramentas para o futuro assentamento. Esses elementos deverão ficar guardados no Terreiro cobertos e longe de qualquer olhar.
2) As Entidades que acompanham o médium deverão se apresentar e confirmar seus nomes, seus pontos riscados e linhas de trabalho, para que possam ser oferendados e firmados (isso deverá acontecer em giras específicas).
3) Depois de tudo feito e ensinado é marcada a data da coroação. Em um período de três ou sete dias que antecede a data da coroação o médium deverá ficar em retiro dentro do terreiro deitado na esteira previamente limpa e consagrada ao Orixá Regente, fazendo nesse período todos preparativos e firmezas como defumações, banhos e as oferendas religiosas de seus Orixás. Deverá confeccionar suas guias (brajás, quando permitido) e toalhas bordadas, assim como ativar os seus assentamentos dos Orixás de frente, ajuntó e da Esquerda dentro do terreiro.
4) No dia da coroação todo o ato deverá ser religioso, ou seja, o Guia Chefe é quem irá Consagrar a coroa daquele médium, usando os elementos simbólicos da Umbanda. O dirigente deverá somente esclarecer e dar consciência a todos, e ao médium em questão, sobre a importância dessa coroação. Na data marcada para a coroação todo o terreiro, os médiuns, a curimba, os cantos, deverão ter sido preparados, com muitas flores, elementos simbólicos, cuidados e detalhes. Deverá ser um dia de grande alegria, afinal mais um médium umbandista assume seu sacerdócio jurando fidelidade à verdadeira Umbanda, consciente de suas obrigações e se tornando incansável no carregar da bandeira Branca de Oxalá. Jurando seus préstimos em prol da sociedade, prestando sempre ações caritativas e jurando cumprir o mandamento cristão “Amar ao próximo como a si mesmo e a Deus acima de todas as coisas”JuramentosJuramentos deverão ser pronunciados pelo médium em voz alta e diante do altar, criando um momento de grande emoção a todos:Juramento UmbandistaAo abraçar a fé umbandista, eu juro solenemente perante Deus e os Orixás: Aplicar os meus dons de mediunidade somente para o bem da humanidade; Reconhecer como irmão de sangue, os meus irmãos de crença; Praticar com amor a caridade; Respeitar as leis de Deus e a do homem, lutando sempre pela causa da JUSTIÇA e da VERDADE; Não utilizar e nem permitir a utilização dos conhecimentos adquiridos num terreiro para prejudicar a quem quer que seja. Salve a Umbanda, Salve os Sagrados Orixás.de Pai Ronaldo de LinaresPombinho BrancoO ponto “Pombinho branco mensageiro de Oxalá” poderá ser cantado somente pelo médium depois da coroação como forma de juramento.Oração de São FranciscoEssa oração também é uma excelente opção de juramento, é a oração que melhor expressa o que é ser um verdadeiro médium.Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.Onde houver ódio, que eu leve o amor;Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;Onde houver discórdia, que eu leve a união;Onde houver dúvida, que eu leve a fé;Onde houver erro, que eu leve a verdade;Onde houver desespero, que eu leve a esperança;Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;Onde houver trevas, que eu leve a luz.Ó Mestre, Fazei que eu procure mais.Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado.Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna.

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Ah! Glauber, para de hipocrisia... Guarda o que vc pensa p vc. Se nao tem o que fazer, vai p tua igreja rezar... e deixa a fé dos outros!

    ResponderExcluir
  3. adorei seu depoimento muito axé,estou me preparando para ser um pai pequeno e estou aprocura de respostas e ajuda para mim fazer minhas obrigações como tem q ser feitas...

    ResponderExcluir
  4. Oi meu nome é Olivia tenho 19 anos e frequento um terreiro estou me desenvolvendo, quando a Mãe Dirce me chamou perguntou se eu queria ser a mãe pequena isso pra mim foi uma surpresa nunca imaginava que eu teria essa capacidade e a cada dia eu tento aprender mais e gostei muito da sua explicação.Bjsssss!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. adorei...esta a procura de tudo o que disse no texto acima.
    estou mega ansioso pro dia da minha coroação.
    fiquei sabendo a menos de 1 mês que seria um dos pais pequenos da casa.

    ResponderExcluir
  6. eu sou pai pequeno do candonble mas esta abandonando o cargo agora quero ser um yao entao gostei da resas da unbanda apesar de eu ser do candonble acho uma religiao linda e parabens que Deus te abençoe e nao queria abandonar meu cargo mas quero um cargo maior tenho sonhos resa por mim pai

    ResponderExcluir
  7. Desculpa minha ignorância e gostaria muito de aprender, mas o Pai Pequeno já não tem pelo menos 3 obrigações feitas, e assim sendo já não está em função de Yao???.

    ResponderExcluir